Assessor do governo de Beto Richa é preso sob acusação de exploração sexual de menores

Publicado em 30 janeiro, 2015 4:52 am

Do uol:

Marcelo Caramori, assessor do Governo do Paraná, foi preso no início da noite de quinta-feira (29) em Londrina, em uma operação que investiga a participação de servidores públicos em casos de exploração sexual de crianças e adolescentes na cidade. Um computador foi recolhido na casa do assessor, durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão, realizada por por agentes do Gaeco (Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado).

Promotores do Ministério Público afirmam que Caramori já vinha sendo investigado e que a prisão está embasada em “indícios suficientes” que caracterizam a prática de exploração sexual de menores.

A assessoria do governador Beto Richa (PSDB) negou que Caramori atuasse no Palácio Iguaçu. A informação repassada à imprensa é de que ele estaria nomeado em cargo comissionado, mas atuaria como fotógrafo do governo em Londrina. No Portal da Transparência do Governo do Paraná, no entanto, Caramori está relacionado como assessor da governadoria, recebendo salário de cerca de R$ 6,2 mil, pago em dezembro de 2014. O governador Beto Richa deve exonerar o assessor nesta sexta-feira.

(…)

Caramori gosta de aparecer em fotos ao lado de autoridades e celebridades. Em seu perfil em uma rede social, ele aparece em fotos ao lado de políticos, policiais, artistas e jornalistas famosos. Em uma das fotos, o assessor posa ao lado do jornalista da Rede Globo, Heraldo Pereira, o trata como “meu novo amigo e irmão”.

Em outra imagem, ele aparece apontando o dedo indicador para o governador Beto Richa. A cena sugere que a selfie foi registrada pelo próprio governador. Na postagem, o assessor escreve “Hoje quem fez a foto foi o chefe o amigo e o governador…Valeu pelo carinho e pelos parabéns pelo meu aniversário..um gesto que representa muito para mim a amizade!!!!!”.