Bolsonaro errou ao escolher Vélez para o MEC, diz Doria já criticando o governo

Publicado em 4 abril, 2019 7:56 pm
João Doria Jr. Foto: Wikimedia Commons

Reportagem do Valor Econômico informa que o governador de São Paulo, João Doria, disse nesta quinta-feira que o presidente Jair Bolsonaro errou ao escolher Ricardo Vélez Rodrígues como ministro da Educação e não o professor Mozart Neves, do Instituto Ayrton Senna.

De acordo com a publicação, Mozart atualmente preside o Conselho de Gestão da Educação do governo de São Paulo. A gestão de Vélez vem sendo marcada pela falta de ação, demissões e declarações controversas do ministro, como quando chamou os brasileiros de canibais. “Mozart Neves deveria ter sido ministro da Educação”, afirmou Doria a uma plateia de cerca de 500 investidores e economistas, reunidos em São Paulo pelo Banco Daycoval. “Lamentavelmente o presidente Bolsonaro, nesse caso, fez uma escolha errada.”

Ao fazer o comentário, Doria falava sobre feitos do governo paulista na área da educação. “Mozart e outros educadores estão ajudando a mudar a história da educação em São Paulo. Sem educação não teremos a transformação definitiva do Brasil”, completa o Valor.