Bolsonaro sobre divulgação do vídeo: “Tenho certeza que vão me processar por homofobia”

Publicado em 22 maio, 2020 9:38 pm
Jair Bolsonaro. Foto: EVARISTO SA/AFP

DA FOLHA DE S.PAULO

Na reunião do dia 22 de abril, o presidente Jair Bolsonaro disse que, se algum partido de esquerda sucedê-lo no poder, ele e ‘uma porrada’ de ministros terão que deixar o País porque serão presos. “Eu tenho certeza que vão me condenar por homofobia, oito anos”, afirmou o presidente na ocasião. O comentário foi feito enquanto Bolsonaro pedia aos ministros, entre eles o então ministro da Justiça, Sérgio Moro, que precisavam se posicionar mais.

No encontro, Bolsonaro também afirmou que a acusação de que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, cometeu racismo em declarações dele sobre a China seriam uma “invenção”. O caso é alvo de um inquérito aberto a pedido da Procuradoria-Geral da República.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!