Boni critica demissões em massa de atores veteranos da Globo: “Jamais poderiam ir embora”

Publicado em 17 outubro, 2020 11:58 pm

Da Band:

Boni. Foto: Reprodução/Roda Viva

José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, que trabalhou por 30 anos na TV Globo, conversou na manhã deste sábado, 17, com Catia Fonseca e Danilo Gobatto, no programa “Dom Bom e do Melhor”, da Rádio Bandeirantes, sobre diversos assuntos – inclusive a demissão em massa de grandes talentos, como Gloria Menezes e Tarcísio Meira, da emissora global.

“Tenho uma visão muito particular sobre isso. Essas pessoas vieram em 1967 a meu convite, acreditando em uma ideia, não por dinheiro. “Não considero essas pessoas contratadas da Globo, as considero sócias e investidoras da TV Globo, elas jamais poderiam ir embora.  Não é a TV Globo inteira, mas tinham dez, 15 pessoas ali, que teriam, sim, que ser mantidas pelo resto da vida lá”, disse.

Questionado sobre o futuro da televisão e uma possível substituição do meio pela internet, Boni defendeu sua sobrevivência através do jornalismo. “A internet é uma distribuidora, outra plataforma. O que importa é o conteúdo. Os grandes produtores de conteúdo como a Globo, a Bandeirantes, vão prosseguir. O meio não importa, o que importa é a mensagem (…). O jornalismo é a essência da televisão, ele que vai permitir que a TV exista por mais 70 anos”.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!