Brasileiros deportados dos EUA viajaram com algemas nos pés e nas mãos

Publicado em 25 janeiro, 2020 7:12 pm
Bandeira dos Estados Unidos. Foto: Sam Howzit/Flickr/Creative Commons

Do Estadão:

Um grupo de aproximadamente 50 brasileiros deportados dos Estados Unidos desembarcou na noite desta sexta-feira, 24, por volta das 23h30 no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, vindo da cidade de El Paso, no Texas. Todos tentaram entrar ilegalmente nos Estados Unidos, via fronteira com o México, foram detidos e estavam presos. “Nunca mais. Não tenho inimigos, mas, se tivesse, não desejaria isso para eles”, disse Renê Lima, de Parauapebas, no Pará, ao desembarcar em Confins. O paraense afirma que muitos passageiros viajaram algemados, nas mãos e pés.

(…)

Procurado, o Serviço de Imigração e Fiscalização Aduaneira dos Estados Unidos (ICE, na sigla em inglês) informou que “indivíduos presos e sob custódia das forças federais de segurança estão sujeitos a serem algemados”. “Fazer isso está totalmente de acordo com as leis federais e as políticas da agência”, diz o órgão em nota.

Após a manifestação do serviço americano, a reportagem questionou se as autoridades brasileiras foram consultadas sobre essas condições, ou se há algum tipo de acordo entre os dois países com essa previsão, mas ainda não obteve resposta.

A tripulação do avião, pago pelo governo dos Estados Unidos, era de 25 pessoas. O número maior do que o habitual para viagens internacionais é por causa de seguranças colocados no aparelho para acompanhar os deportados.

(…)

x.x.x

PS: Bolsonaro disse hoje que EUA têm direito de deportar brasileiros e não fez nenhuma declaração em defesa de seus compatriotas