Apoie o DCM

“Cagão” explode na web após Bolsonaro afirmar que deve fugir de debates

Bolsonaro tirou 15 folgas em dias de expediente durante governo
Presidente Jair Bolsonaro
Foto: Marcelo
Camargo/Agência Brasil

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta terça-feira (31) que não deve participar dos debates eleitorais no primeiro turno, porque está com medo de “levar porrada” dos adversários. Tal declaração foi muito criticada nas redes sociais e internautas passaram a chamá-lo de “cagão”.

“O peidão borra-botas confirmou: não vai em nenhum debate no 1° turno. Cagão. Medroso. Covarde. Fraco. Patético”, detonou Felipe Neto. “Bolsonaro quer que as perguntas dos debates sejam PRÉ-ACERTADAS para evitar constrangimentos. CAGÃO DEMAIS”, ironizou uma segunda pessoa.

Em entrevista ao apresentador Carlos Massa, o Ratinho, em seu programa de rádio e televisão, Bolsonaro declarou que vai participar de debates somente no segundo turno das eleições, caso avance na disputa pela Presidência.

“No segundo turno eu vou participar”, disse Bolsonaro ao apresentador.

A última pesquisa realizada pelo Datafolha mostrou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue na liderança na corrida presidencial, com Bolsonaro na segunda colocação. Lula aparece com 48% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro tem 27%.

Confira a repercussão:

Clique aqui para se inscrever no curso do DCM em parceria com o Instituto Cultiva

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link