Carluxo assume comunicação e proíbe pai de falar com jornalistas na saída do Alvorada

Publicado em 16 abril, 2020 8:25 am

Do UOL:

Isolado por remar contra o consenso das autoridades sanitárias e brigar pela redução do isolamento social em meio à pandemia da covid-19, Jair Bolsonaro (sem partido) levou no fim de março um de seus filhos, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), para despachar de dentro do Palácio do Planalto.

O “zero dois” é visto pelo pai como um bom “estrategista” na comunicação e, segundo apurou o UOL, virou uma espécie de conselheiro para essa área e também voltou a liderar ofensivas nas redes sociais. Há duas semanas, o presidente vem colocando em prática uma das orientações que recebeu: ignorar a imprensa na portaria do Palácio da Alvorada.

Carlos também preencheu lacuna deixada pelo chefe da Secom (Secretaria Especial de Comunicação), Fábio Wajngarten, que teve de ficar em quarentena depois que exames apontaram que ele havia se contaminado com o novo coronavírus. Na prática, Carlos tornou-se uma espécie de “ministro da comunicação”, segundo avaliaram auxiliares que vivem a rotina do Planalto.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!