Casos de feminicídio em São Paulo aumentam quase 30% depois da posse de Jair Bolsonaro

Publicado em 13 novembro, 2019 8:03 am
Mulher morta pelo ex-marido na frente dos filhos em setembro na Zona Sul de SP — Foto: Reprodução/TV Globo

De Cíntia Acayaba e Léo Arcoverde do G1 SP e GloboNews.

Os casos de feminicídio seguem em alta no estado de São Paulo em 2019 e, de janeiro a setembro, aumentaram 27% se comparados ao mesmo período do ano anterior, de acordo com levantamento feito pelo G1 e pela GloboNews. Nos primeiros nove meses do ano, 119 foram assassinadas por serem mulheres contra 94 em 2018. No período, 54 autores de feminicídio foram presos em flagrante.

De acordo com os boletins de ocorrência, 66 casos de feminícidio registrados em 2019 ocorreram à noite ou de madrugada, o que representa 55% do total. Boa parte dos crimes também ocorre aos finais de semana, 49, ou 41%.

Setembro, com 18 mulheres mortas por seus maridos ou ex-companheiros, repetiu a maior quantidade de registros dessa natureza em um único mês deste ano, registrada, anteriormente, em maio. A série histórica começa em abril de 2015.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!