Apoie o DCM

Colunista do Estadão diz que “eleitor de Bolsonaro deveria ter ouvido a imprensa” e vira piada

A jornalista Vera Magalhães, do jornal Estado de S.Paulo, ocupa o topo da pirâmide dos comunicadores raivosos contra o Partido dos Trabalhadores e a esquerda. Serviu e serve desde sempre como porta-voz informal da Operação Lava Jato, do ex-juiz Sergio Moro e de todas as mentiras e ilegalidades cometidas em nome da luta sem limites para afastar as forças progressistas da política do centro decisório do país.

Vale dizer: é graças a gente como Vera Magalhães, Augusto Nunes e outros que tais que a política e a esquerda brasileira foram demonizadas nos últimos anos, retirada ilegalmente do poder e posta, em grade parte, atrás das grades, em cárceres políticos. O resultado do esforço de Vera e seus comparsas é conhecido: desembocou na eleição de Jair Bolsonaro.

Eis que, neste domingo, a jornalista teve o desplante de acusar o eleitor de Bolsonaro de ser mal informado, afirmando que, se tivesse lido a imprensa, não teria cometido o erro de votar no ex-capitão. Então, tá.