Comissão de Ética pune ex-presidente da EBC por ironizar protesto de atriz contra racismo

De O Globo

BRASÍLIA — A Comissão de Ética da Presidência da República (CEP) decidiu aplicar a punição de censura ética – maior punição aplicada pelo colegiado – ao ex-presidente da EBC Laerte Rimoli em razão de um post compartilhado por ele em suas redes sociais em novembro do ano passado, no qual Rimoli ironizava uma fala da atriz Taís Araújo sobre racismo. Na época da postagem, Rimoli ainda ocupava o cargo de presidente da EBC. A punição foi decidida em uma reunião que ocorreu na segunda-feira, mas só foi divulgada nesta terça.

Por maioria de votos, o colegiado entendeu que o conteúdo postado por Rimoli foi “discriminatório e afrontoso ao Código de Conduta da Alta Administração Federal”. Embora seja a punição máxima aplicada pela Comissão, a censura ética não tem efeitos práticos, e funciona apenas como um “mancha” no currículo da pessoa pública. Ela não impede, por exemplo, que a pessoa assuma cargos na administração pública.

Durante a participação em um evento em São Paulo em agosto do ano passado, Taís Araújo disse que temia pelo futuro do seu filho negro, e que a cor dele fazia com que as pessoas mudassem de calçada. A frase da atriz veio à tona novamente em novembro, em razão da celebração do Dia da Consciência Negra.

(….)