Cúpula do MP pede a Aras investigação contra Bolsonaro por ameaças a eleições

Publicado em 13 julho, 2021 5:01 pm
O procurador-geral da República, Augusto Aras, e o presidente Jair Bolsonaro em evento na PGR, nesta segunda-feira (25) – Marcos Corrêa/Presidência da República

Cinco integrantes do Conselho Superior do Ministério Público Federal pediram ao procurador-geral da República, Augusto Aras, que investigue o presidente Jair Bolsonaro.

LEIA – “Sobram crimes de responsabilidade. Falta coragem para Aras e Lira”, diz Alessandro Vieira sobre Bolsonaro

Querem que Bolsonaro seja investigado pelo crime de abuso de poder. “As declarações do sr. presidente da República parecem ultrapassar os limites do mero [e intangível] exercício do direito constitucional à liberdade de expressão”, disseram eles, em representação enviada a Aras nesta nesta terça (13). “Têm-se aí indicativos da necessidade de pronta atuação do procurador-Geral da República, na condição de procurador-Geral Eleitoral, ante seu papel constitucional de defesa do regime democrático e do livre exercício do direito de sufrágio”.

LEIA MAIS – Conselho do MPF quer investigar Aras por omissão

Posicionamento veio na esteira de declarações de Bolsonaro, que afirma que as eleições de 2022 podem não ocorrer caso não exista um sistema eleitoral confiável. Segundo ele, o voto impresso.​

Com informações da Folha de S.Paulo.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!