Desembargadora do RJ acusa Marielle de ter sido “eleita pelo Comando Vermelho”

Publicado em 16 março, 2018 8:47 pm

Do GGN:

Desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, ex-procuradora do Estado que entrou no TJ pelo quinto constitucional, em postagem no Facebook Marília Castro Neves acusou Marielle Franco de ter pertencido ao Comando Vermelho.

Segundo a desembargadora, ela teria sido executada por ter descumprido compromissos com o CV. “Qualquer outra coisa diversa é mimimi da esquerda tentando agregar valor a um cadáver tão comum quanto qualquer outro”.

Depois da repercussão negativa da postagem, Marilia fechou o conteúdo do seu perfil, mas não a tempo de sua manifestação ser copiada.