“Direita governa com medo da popularidade de Lula”, diz jornal britânico

Publicado em 6 abril, 2019 6:31 pm

Em artigo de uma página no jornal britânico “The Morning Star” , o colunista Tony Burke afirma que Lula foi preso por uma farsa montada para evitar que ele voltasse a ser presidente do Brasil. “Isso não teria sido permitido pelo sistema judicial britânico, europeu ou americano”, denuncia.

O britânico, que é diretor-geral assistente do maior sindicato do Reino Unido, a Unite, diz que a direita volta a repetir a estratégia que usou no golpe de 2016: “Assim como o golpe de 2016 contra Dilma Rousseff, a direita do Brasil usou a sincera raiva do público contra a corrupção política para afastar seus oponentes e tomar o poder por meios não democráticos”.

Pior, no entanto, é a ameaça ao Brasil. “Não é só a liberdade de Lula que está em jogo. Os dois mandatos de Lula levaram o Brasil a tirar milhões da pobreza com uma série de programas sociais de renome mundial e direitos trabalhistas e sindicais consagrados na lei. Suas políticas para a geração mais jovem também tiveram um efeito enorme, implementando uma “revolução nutricional” que reduziu massivamente a desnutrição infantil, além de aumentar o orçamento de educação do Brasil e o acesso à educação superior para os brasileiros de baixa renda”.

Para Burke, a direita brasileira governa hoje com medo de Lula, por isso é mais importante do que nunca denunciar essa farsa.