Em relatório, Comissão Arns diz que Bolsonaro usa Lei de Segurança Nacional para calar oposição

Publicado em 17 maio, 2021 9:46 am

Da Coluna de Mônica Bergamo na Folha:

Bolsonaro – Evaristo Sá/AFP

O Centro de Análise da Liberdade e do Autoritarismo (Laut) elaborou um diagnóstico sobre o uso da Lei de Segurança Nacional (LSN).

O documento dará subsídio a um parecer de amicus curiae (amigo da corte) da Comissão Arns em uma Ação Direta de Inconstitucionalidade apresentada ao Supremo Tribunal Federal.

O relatório conclui, entre outras coisas, que a abertura de inquéritos com base na LSN é uma estratégia de intimidação judicial promovida pelo governo Jair Bolsonaro “com o objetivo de amedrontar e calar qualquer tipo de oposição”, ainda que a maioria deles seja arquivada.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!