Em SP, policiais acusados de criar “mensalão do tráfico” adulteraram cenas de homicídios

Publicado em 26 junho, 2020 7:44 pm

Do UOL:

Print revela extorsão de traficantes

Policiais militares da Força Tática do 5º Batalhão, na Vila Gustavo, zona norte da capital paulista, traficavam drogas apreendidas, matavam moradores de rua e adulteravam as cenas dos crimes para despistar a investigação das autoridades.

Mensagens trocadas pelos policiais militares em um grupo criado no aplicativo WhatsApp indicam também que os PMs extorquiam dinheiro de traficantes de drogas ligados à facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) e comemoravam o recebimento da propina com churrascos realizados dentro da unidade da corporação (veja algumas dessas mensagens no decorrer dessa reportagem).

A Corregedoria da Polícia Militar de São Paulo realizou ontem uma operação que cercou a sede do 5º Batalhão, na Vila Gustavo, zona norte da capital paulista, para apurar denúncias contra policiais da unidade.

Ninguém foi preso durante o cerco promovido pela Corregedoria. Foram vasculhados armários utilizados pelos investigados, em busca de prova das ações irregulares. A investigação segue em sigilo.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!