Em trecho censurado, Bolsonaro afirmou que estudou como o serviço secreto chinês trabalha nos EUA

Publicado em 22 Maio, 2020 9:22 pm
Jair Bolsonaro na reunião

DO CORREIO BRAZILIENSE

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em vídeo de reunião ministerial do dia 22 de abril, afirmou que estava estudando como o serviço secreto chinês trabalha nos Estados Unidos. O vídeo, divulgado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello nesta sexta-feira (22/5), foi apontado pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro como uma prova de que o presidente havia tentado interferir na Polícia Federal.

“Eu tava vendo, estudando em fim de semana aqui como é que o serviço chinês, secreto, trabalha nos Estados Unidos. Qual a preocupação nossa aqui? (censurado) É simples o negócio. ‘Ah, não deve publicamente’. Devo falar como? Tá todo mundo vendo o que tá acontecendo. (censurado) Tudo bem. Tá? (censurado) Você tira do (censurado) porra, da (censurado) tu não tira. É uma realidade. Não adianta esconder mais, tapar o sol com a peneira, né?”, afirmou.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!