“Foda-se”, diz general Heleno sobre “chantagem” do Congresso

Publicado em 19 fevereiro, 2020 8:42 am
General Augusto Heleno. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Da Coluna de Josias de Souza no UOL.

Após celebrar o fato de ter transformado o Planalto num bunker “totalmente militarizado”, Jair Bolsonaro assiste à formação da primeira trinca em sua tropa. Os ministros de quatro estrelas Luiz Eduardo Ramos e Augusto Heleno divergem sobre o poder dos congressistas de controlar o pagamento de emendas que eles enfiaram no Orçamento de 2020, destinando verbas para seus redutos eleitorais.

Contrário aos termos de um acordo celebrado por Ramos com a cúpula do Congresso, Heleno defendeu o endurecimento no trato com o Legislativo. Manifestou-se no intervalo de um evento ocorrido no Palácio da Alvorada. Fez isso numa rodinha que incluía, além de Ramos, os ministros Paulo Guedes (Economia) e Onyx Lorenzoni (Cidadania).

Por uma trapaça da sorte, as palavras do general foram captadas pela transmissão ao vivo feita pelo Planalto na internet. Estão registradas em notícia do Globo. Heleno tratou como chantagem o selo de pagamento impositivo que deputados e senadores grudaram nas emendas. “Nós não podemos aceitar esses caras chantagearem a gente o tempo todo”, declarou, antes de arrematar com uma sugestão de autofornicação: “Foda-se!”

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!