Fundo de investimentos cobra na Justiça R$ 40 milhões de Igreja Universal e Band

Publicado em 7 outubro, 2020 8:20 pm

Do UOL

Fachada do Templo de Salomão, ligado à Igreja Universal do Reino de Deus, construído na região central de São Paulo

Um fundo que, entre outras operações, compra dívidas de empresas, entrou na Justiça para cobrar da Band e da Igreja Universal uma suposta dívida de mais de R$ 40 milhões.

O caso está na 23ª Vara Cível do Foro Central de São Paulo e esta coluna teve acesso a ele com exclusividade.

O fundo, chamado Distressed Fundos de Investimento em Direitos Creditórios Não Padronizados, acusa a igreja e emissora de terem criado uma “manobra” para evitar que cinco parcelas, de mais de mais R$ 8 milhões cada, fossem pagas a ele.

As parcelas são devidas, na verdade, pela Band —que recebeu um “empréstimo” milionário do fundo anos atrás.

Como garantia de pagamento os credores dizem que a Band “empenhou” as parcelas mensais que recebe da Igreja Universal pelo arrendamento do canal 21.

O total passa de R$ 40 milhões, segundo a ação. Quem representa os credores é o escritório Teixeira Fortes Associados.

Ouvidas pela coluna, os departamentos Jurídicos da Band e da Igreja Universal confirmam a existência do processo, mas dizem não dever nada ao fundo e que a situação será esclarecida e resolvida pela Justiça.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!