Fux suspende liminar que impedia Deltan Dallagnol de ser julgado pelo CNMP

Publicado em 6 novembro, 2019 9:45 pm
Dallagnol, no celular

Do ConJur:

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, atendeu pedido da Advocacia Geral da União e cassou liminar que impedia o julgamento de procurador Deltan Dallagnol pelo Conselho Nacional do Ministério Público.

O julgamento do processo administrativo contra o chefe da força-tarefa da “lava jato”  em Curitiba estava suspenso por decisão liminar do juiz federal do Paraná Nivaldo Bruni, que determinava que o CNMP retirasse a questão da pauta. O caso seria analisado originalmente no último dia 27 de agosto.

O processo apura “manifestação pública indevida” em entrevista concedida à rádio CBN, no ano passado. Nela, o procurador criticou o Supremo Tribunal Federal, afirmando que decisões tomadas pela corte passam a mensagem de leniência com a corrupção.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!