Gimar Mendes: “Hélio Negão e Bia Kicis eleitos são a prova de que a urna eletrônica não tem fraude”

Publicado em 12 julho, 2021 9:57 am

 

Ministro Gilmar Mendes — Foto: Fellipe Sampaio /SCO/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes afirmou, nesta segunda-feira (12), que a eleição de Hélio Negão e Bia Kicis, da base governista, são provas suficientes de que a urna eletrônica não é fraudada.

“Os senhores já tinham ouvindo falar de Hélio Negão? De Bia Kicis? Nenhum de nós tinha ouvindo falar deles. Eles vieram nesse arrastão provocado pelo presidente, o que prova que a urna é fiel aos votos que lá foram depositados”, usando como exemplo o efeito provocado por Bolsonaro nas eleições de 2018.

De acordo com o ministro, Bolsonaro tem utilizado o discurso golpista de fraudes eleitorais para incitar seus apoiadores contra às insitituições.

Mendes ainda acrescentou que, para ajudar a combater a instabilidade do estado, o novo ministro da Corte deve ser um terrível defensor da Constituição e que a questão da religião não é fundamental. Hoje, o decano Marco Aurélio Mello se aposenta depois de 31 anos no Supremo Tribunal Federal.

 

Com informações de CBN

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!