Globo divulga informação falsa de que defesa de Lula pediu revisão da inelegibilidade no STF

Publicado em 7 agosto, 2018 3:16 pm
Impressionante

As reportagens e os comentaristas da Globo e Globonews têm divulgado a informação falsa de que, ao entrarem com medida cautelar no Supremo Tribunal Federal pela liberdade de Lula, os advogados do ex-presidente pretendiam também suspender a inelegibilidade decorrente da condenação pelo Tribunal Regional Federal da 4a. Região.

Este pedido não aparece na petição inicial e, por diversas vezes, a defesa divulgou nota para negar que tenha feito este pleito. Quem divulgou a patranha foi o ministro Edson Fachin, no despacho em que remeteu a decisão para o plenário do Supremo Tribunal Federal. Ao que parece, está em curso mais uma manobra para antecipar a decisão sobre inelegibilidade de Lula.