Governo Bolsonaro restringe acesso de sindicatos às agências do INSS

Publicado em 21 setembro, 2020 12:07 am

Do Correio Braziliense

INSS – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em mais um capítulo da queda de braço em torno da reabertura das agências da Previdência Social, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) decidiu disciplinar a entrada de representantes sindicais e de “pessoas alheias ao corpo funcional do INSS” nas agências. A medida será publicada no Diário Oficial desta segunda-feira (21/09), quando a Associação Nacional do Peritos Médicos Federais (ANMP) pretende vistoriar as agências para conferir se já há condições adequadas para o retorno das perícias médicas.

A decisão do INSS foi comunicada na noite deste domingo (20/09). E, na prática, vai restringir o acesso de quem não é servidor ou não tem horário marcado de atendimento às agências do INSS. Em nota enviada à imprensa, o INSS explica que “serão permitidas visitas nas agências apenas com hora marcada e fora do horário de expediente, que atualmente é de 7h às 13h”; avisa que “serão permitidos no máximo dois representantes, além de um representante do INSS que acompanhará a visita; e alerta que “os agendamentos de visitas devem ser feitos diretamente com os Superintendentes Regionais, que deverão agendar para no máximo em três dias úteis”.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!