Grupo de empresários, incluindo dono da Riachuelo, decide apoiar manifestação pró-Bolsonaro

Publicado em 23 maio, 2019 11:59 pm
Flávio Rocha, dono da Riachuelo. Foto: Reprodução/YouTube

Reportagem de Renata Agostini no Estado de S.Paulo informa que o Instituto Brasil 200, movimento de empresários liderado por Flávio Rocha, dono da varejista Riachuelo, decidiu apoiar publicamente as manifestações em defesa do presidente Jair Bolsonaro programadas para o domingo.

De acordo com a publicação, o grupo, que reúne nomes do empresariado simpáticos ao governo, como Luciano Hang (dono da Havan) e João Appolinário (Polishop), estava reticente em incentivar a adesão aos atos no início, mas mudou de posição, afirmou Gabriel Rocha Kanner, que é presidente do Brasil 200. “Estávamos contrários porque a manifestação surgiu de forma nebulosa, com pautas com ataques às instituições e a favor do fechamento do Congresso. Somos contrários à tese revolucionária. Acreditamos que as mudanças têm de ser feitas pelas instituições”, afirmou.

Segundo ele, porém, as pautas “evoluíram” e as manifestações terão agora temas defendidos pelo Brasil 200. “As manifestações são um fenômeno orgânico e vão ganhando corpo. Defendemos a reforma da Previdência, a reforma administrativa e o pacote anticrime de (Sérgio) Moro e, por isso, daremos nosso apoio”, disse, completa o Estadão.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!