Homem mata trans, queima o corpo e vai com a esposa para motel em Sorocaba

Publicado em 14 agosto, 2020 3:45 pm

Do G1

Polícia faz reconstituição do crime em Itu — Foto: Carlos Dias/G1

O casal preso suspeito de matar carbonizada a trans Vick Santos, de 22 anos, em Itu (SP), passou a noite em um motel de Sorocaba (SP) depois do crime. A Justiça renovou a prisão temporária do pai de santo e da esposa, dona de uma pensão para trans e travestis.

Douglas José Gonçalves confessou o crime e a esposa dele, Natasha Oliveira, também permanece presa depois que a Justiça negou o habeas corpus pedido pela defesa. Durante a reconstituição, o homem deu detalhes sobre o assassinato da vítima.

Segundo apurado com exclusividade pelo G1, os dois ficaram no motel por cerca de 8 horas e consumiram bebida alcoólica, café e cigarro.

O crime ocorreu de madrugada, em uma estrada de terra sem movimento de carros. A entrada do casal no motel foi registrada às 5h14 com saída 13h. (…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!