Índios não precisam de tratamento diferenciado, diz general Heleno

Publicado em 2 janeiro, 2019 7:30 pm
General Augusto Heleno

O jornal O Globo informa que o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general da reserva Augusto Heleno, defendeu nesta quarta-feira a transferência da demarcação de terras indígenas do Ministério da Justiça para o Ministério da Agricultura, conforme prevê medida provisória editada por Bolsonaro.

“Foi uma promessa de campanha do presidente tratar do assunto. Como a demarcação de terras até hoje não deu certo vale a pena tentar uma coisa diferente”, disse.

“[O índio] precisa ser tratado como cidadão brasileiro, e não com alguém de exceção, que precise de medidas excludentes. Precisa ser incluído na sociedade brasileira como cidadão, guardadas todas as tradições culturais, todos seus traços, ancestrais, a história. Tudo isso precisa ser preservado, mas dando ao índio o direito de ter aquilo que ele deseja e não de ter a sua situação imposta por quem acha que ele deve ser assim”, afirmou.