Juiz diz que Oswaldo Eustáquio mentiu descaradamente sobre Boulos e determina exclusão de vídeo

Publicado em 11 novembro, 2020 8:51 pm

Do Estadão

Guilherme Boulos

O juiz Emílio Migliano Neto, da 2ª Zona Eleitoral de São Paulo, mandou tirar do ar vídeo publicado pelo blogueiro Oswaldo Eustáquio com acusações ‘sabidamente inverídicas’ contra o candidato à Prefeitura Guilherme Boulos (PSOL). Mais cedo, o blogueiro afirmou que o psolista usa empresas de vídeo para ‘lavar dinheiro’, acusação que foi usada por Celso Russomanno (Republicanos) durante o debate realizado pela Folha/UOL nesta quarta, 11.

Segundo o magistrado, o caso revela ‘sem sombra de dúvidas’ que houve um ‘estratagema altamente reprovável’ na publicação do vídeo e seu uso pelo candidato durante o debate.

“O cenário delineado pela matéria produzida pelo representado não encontra lastro nem sequer em indícios, como demonstrado de forma contundente na sua inicial pelo ora representante, sendo refutado pontualmente, permitindo-se, sem temor, de ser adjetivado de sabidamente inverídico, extravasando o debate político-eleitoral”, afirmou.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!