Leo Índio recebeu R$ 436 mil em apenas um ano e meio trabalhando para Chico Rodrigues

Publicado em 15 outubro, 2020 11:39 am
Leo Índio e Chico Rodrigues erguendo uma foto de Jair Bolsonaro

Em apenas um ano e meio trabalhando no gabinete do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), o primo dos filhos de Bolsonaro Leonardo Rodrigues de Jesus, conhecido como Leo Índio, recebeu R$ 436 mil reais.

Leo Índio trabalha como assessor parlamentar no Salão Azul do Congresso desde abril de 2019, e tomou posse um mês depois de Bolsonaro escolher Chico Rodrigues como vice-líder do governo.

Na noite desta quarta-feira (14), o senador foi flagrado pela Polícia Federal com R$ 30 mil escondidos entre as nádegas.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!