Maduro informa que militares venezuelanos foram presos por conspirar com EUA para derrubar o governo

Publicado em 17 novembro, 2019 2:38 pm
O presidente venezuelano Nicolás Maduro durante coletiva de imprensa em Caracas Foto: YURI CORTEZ / AFP

Do G1

Vários militares da Venezuela foram presos acusados de apoiar supostos planos dos Estados Unidos e da Colômbia para derrubar o governo de Nicolás Maduro, disse o mandatário em entrevista transmitida neste domingo (17).

“Nos últimos meses (…) desmembramos, com participação própria de oficiais de nossa Força Armada, mais de 47 tentativas de capturar oficiais para colocá-los a serviço da estratégia da Colômbia e dos gringos”, afirmou Maduro à emissora privada Televen.

“Tem gente presa por isso, alguns cederam e foram comprados e simplesmente foram descobertos ou interceptados pela informação de oficiais patriotas”, destacou o presidente venezuelano, que não detalhou quando e quantas prisões ocorreram.

Segundo Maduro, com a prisão desses militares buscava-se “roubar mísseis” na Venezuela, além de “tentar anular o sistema” de aviões Sukhoi, de radares fixos e móveis, e “o sistema de torpedos e defesa de mísseis da Armada Bolivariana”.

(…)