Maioria dos alunos das universidades federais tem renda baixa, é parda ou preta e vem de escola pública, diz levantamento

Publicado em 17 maio, 2019 8:58 am
Estudantes protestam no Rio. (Reprodução: Facebook)

Do Globo:

A maioria dos alunos de graduação das universidades federais brasileiras vem de família com renda per capita de até um salário mínimo e meio, é parda ou preta, cursou o Ensino Médico em escola pública, e tem pais que não fizeram faculdade. Os cotistas, de qualquer modalidade, representam pouco menos da metade do total. Os números são de 2018 e fazem parte da 5ª Pesquisa de Perfil Socioeconômico dos Estudantes das Universidades Federais, divulgada nesta quinta-feira pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições de Federais de Ensino Superior (Andifes).

Segundo o levantamento, 26,61% dos alunos têm renda de até meio salário mínimo, 26,93% de até um salário mínimo, e 16,61% de até um salário e meio, totalizando 70,2%. Em 2014, quando foi feita a última pesquisa, eles eram 66,2%.

(…)

Alunos dependem de assistência

Esses estudantes são justamente o foco dos programas de assistência estudantil. Assim, mesmo sem haver bloqueio de recursos nessa área, a tendência de crescimento e a quantidade hoje insuficiente para atender a todos vêm preocupando a Andifes.

A pesquisa mostrou, por exemplo, que 30% dos alunos participavam de algum programa do tipo. Eles recebem principalmente assistência em alimentação, bolsa permanência, transporte e moradia.

(…)