Maradona caiu e bateu a cabeça seis dias antes de sua morte, diz enfermeira

Publicado em 30 novembro, 2020 11:06 pm

Da Folha:

O jornalista argentino Fede Bueno, da TyC, postou uma foto de Maradona ao lado do médico Leopoldo Luque em sua conta no Twitter, após o ex-jogador receber alta de hospital em Buenos Aires – Fede Bueno no Instagram/Reprodução

A enfermeira Gisela Madrid, que estava na casa em que Diego Maradona morreu na última quarta-feira (25), declarou nesta segunda-feira (30) à Justiça que o ex-jogador havia caído e batido a cabeça seis dias antes de sua morte.

A declaração de Madrid à Procuradoria esteve cercada de atenções, uma vez que a enfermeira havia dado versões contraditórias sobre a manhã da morte do ídolo argentino. Em suas primeiras declarações públicas, ela afirmou que não teria entrado no quarto do ex-jogador na manhã do dia 25, pois estava de plantão durante o período da noite.

Depois, ao dar seu primeiro depoimento oficial à Justiça, que investiga se houve negligência ou homicídio culposo, a profissional de enfermagem mudou sua versão, ao dizer que ela havia entrado no quarto do paciente às 9h, antes de passar seu turno para um enfermeiro, para verificar sinais vitais, e que Maradona, como de costume, negou-se a isso.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!