Médica cubana desmente afirmações de Bolsonaro sobre o Mais Médicos

Publicado em 16 novembro, 2018 6:37 pm
A médica cubana Tatiana Lago (Foto: Reprodução)

O Diário de Olímpia entrevistou nesta sexta-feira (16) a médica cubana Tatiana Lago, que está há quatro anos no atendimento da Saúde da Família, na cidade de Olímpia.

A médica expôs como é a vida em Cuba, tão criticada por aqueles que, segundo ela, confundem socialismo com ditadura. “Lá não é ditadura, socialismo é querer igualdade em coisas básicas, como saúde, educação, segurança. Não há escolas e nem hospitais particulares. Os 70% que consideram que é injustiça, não vejo assim, vai servir para que todos lá continuem tendo direitos iguais e também bancar o sustento de meu filho de oito anos e da família que deixei lá”, explica.

Assista a entrevista completa a partir dos 32 minutos: