Militantes de direita defendem ataques do MBL a agências checadoras em carta para senador americano

Do perfil do professor e pesquisador Pablo Ortellado no Facebook.

Caro Senador Ted Cruz:

Nós somos os líderes e amigos dos principais movimentos populares de direita, conservadores e liberais no Brasil. Nos últimos anos, sem qualquer tipo de apoio da mídia tradicional, nós conseguimos o impeachment da então Presidente Dilma Rousseff, encerrando 13 anos de um governo que estava ativamente financiando as ditaduras de Cuba e Venezuela.

Assim como nossos correspondentes americanos, como o Tea Party, nós conseguimos retirar da esquerda o controle das ruas, trazendo milhões de brasileiros aos nossos atos públicos em apoio a iniciativas contra a corrupção e a uma vigorosa agenda conservadora para o nosso país.

Nós conquistamos tudo isso graças um ambiente na internet em que liberdade de expressão e políticas apartidárias nas mídias sociais ainda vigoravam. Porém, partidos de esquerda estão buscando tomar tudo isso de nós. Uma eleição geral de importância inédita está agendada para este ano. E é lamentável que o Facebook tomou definitivamente o lado da mídia esquerdista, e ao lado de magistrados “de esquerda” do Tribunal Superior Eleitoral – correspondente à Comissão Eleitoral Federal nos Estados Unidos -, anunciou uma parceira com duas agências de “checagem de fatos” – chamadas de “Lupa” and “Aos Fatos” – ambas controladas por jornalistas contaminados por um forte viés ideológico de esquerda, tudo com o propósito de reduzir o alcance ou retirar funções de páginas no Facebook apenas por serem arbitrariamente denunciadas como espalhadoras das chamadas “Fake News”.

Tudo isso não é um mera conjectura. Assim como nos Estados Unidos, páginas conservadoras no Facebook têm sido consistente e constantemente alvo da “censura” pelo Facebook. Apenas em 2016, mais de vinte páginas altamente críticas à esquerda, que combinadas tinham mais de 16,5 milhões de seguidores, foram precipitadamente excluídas do Facebook, enquanto outras páginas tiveram seu alcance drasticamente reduzido, apesar de experimentarem aumento no número de seguidores e do alto engajamento em suas publicações.

Nós estamos convictos de que o Facebook está violando as leis que regulam a liberdade de expressão no Brasil. Além dos fatos expostos anteriormente, que foram trazidos à tona pelos eminentes advogados Emerson Grigollette e Fernando Cardoso, nós ressaltamos que o Brasil é signatário da Convenção Americana de Direitos Humanos que, conforme previsto em seu Artigo 13.3, proíbe qualquer tipo de restrições à liberdade de expressão “por vias ou meios indiretos”, incluindo pelo abuso sobre “controles particulares” ou por “quaisquer outros meios destinados a obstar a comunicação e a circulação de idéias e opiniões”.
Nós estamos num ponto de inflexão no Brasil. Após vinte anos de fracassos de governos socialistas, os conservadores finalmente têm um candidato a presidente liderando as pesquisas, e uma real perspectiva de retomar o poder no país. Não é surpresa para nós que o Facebook e seus apoiadores de esquerda estejam determinados a retirar todas as nossas esperanças, e nos mandar de volta ao caminho do socialismo, do governo gigante e da corrupção generalizada.

Senador Cruz, sua luta corajosa contra a censura no Facebook trouxe imensa esperança para nós. Nós precisamos muito de sua ajuda e de seu apoio. Do senhor, do Partido Republicano, do Governo dos Estados Unidos. Por favor, ajude- nos a expor o Facebook e suas parcerias enviesadas de “checagem de fatos”. Por favor, apoie-nos em nossa missão de garantir eleições justas e honestas no Brasil. Por favor, não deixe que o Facebook silencie nossas vozes, as vozes vivas do conservadorismo no Brasil.

Assinam: Carla Zambelli Salgado, do Nas Ruas e Leandro Mohallen, do Juntos pelo Brasil

1. Carla Zambelli – NasRuas (716K followers) Carla Zambelli (110K followers) 2. Leandro Mohallem – Juntos pelo Brasil (608K followers)
3. Edson Salomão – Direita São Paulo (210K followers)
4. Ana Claudia Graf – Ativistas Independentes (50K followers)
5. Rafael Mekaro – USP Livre (40K followers)
6. Renan Santos – MBL – Movimento Brasil Livre (2.7M followers)
7. Nilton Caccaos Jr. – Movimento Avança Brasil (1.2M followers)
8. Renato Cezar Souza – Amor pelo Brasil (30K followers)
9. Ted Martins – São Paulo Conservador (80K followers)
10. Endrigo Vargas – MSU – Movimento Sociedade Unida (1K followers)
11. Patrícia Melo – Transforma Brasil (1K followers)
12. Ricardo de Santi – Parlatório Livre (250K followers)
13. Dimas Rocha – O Retrógrado (360K followers)
14. Paulo Mello – Canal Politizando (200 followers)
15. Thiago Turetti – Jair Bolsonaro Presidente 2018 (880K followers)
16. Socialista de iPhone (1.1M followers)
17. Mariana Santos – Bolsonarianos (8K followers)
18. Davi Moreira – Bolsominions (3K followers)
19. Denilson Vieira – COE Bolsonaro (27K followers)
20. Bruna Lisboa – Orgulho de ser opressora (5K followers)
21. Marcello Reis – Revoltados ON LINE (1.7M followers – BANNED FROM FACEBOOK)
22. Anderson de Mello – CartaCapitalista (170K followers), Canal da Direita (400K followers) 23. Allan dos Santos – Terça Livre (170K followers)
24. Renner Rodrigues – Movimento Bolsonaro Amazonas (37K followers)
25. Indiana Ariete – Faca na Caveira (2M followers – BANNED FROM FACEBOOK)
26. Davy Albuquerque – Conexão Política (3K followers)
27. Dantiele Cabral – Musas de Direita (3K followers)
28. Vinicius Siqueira – Associação Pátria Brasil (600 followers)
29. Bruno Medeiros – ADMS De Direita (6K followers)
30. Samantha Barros – Garotas de Direita (10K followers, previous 100K page banned)
31. Carlos Afonso – Ceticismo Político (100K followers – BANNED FROM FACEBOOK)
32. Luis Henrique – Juventude de Direita com Bolsonaro (60K followers)
33. Paulo Magalhães – Eu sou o mito (26K followers)
34. Daniel Araújo – Movimento Brasil (20K followers)
35. Eric Balbinus – O Reacionário (67K followers)
36. Hugo Silver – Tradutores de Direita (227K followers)
37. Beatriz Kicis – Bia Kicis (350K followers), Fora Foro de São Paulo (500K f. – BANNED) 38. Paulo Eneas – Crítica Nacional (15K followers)
39. Meire Lopes – Movimento Liberal Acorda Brasil (95K followers)
40. Carlos Lucoli – Direita Amazonas (25K followers)
41. Isaías Aguiar – Exército Conservador (15K followers)
42. Júnio Amaral – Direita Minas (50K followers, previous 150K page banned) 43. Flávio – Editora Humanas (18K followers, previous 100K page banned) 44. Leonardo Oliveira – Humans of PT (117K followers)
45. Eder – Ódio do bem (5K followers, previous five pages banned) 46. Miguel Nagib – Escola sem Partido (170K followers)
47. Ramiro Cruz Jr. – Despertar da Consciência Patriótica (300 followers) 48. Gabriel Kanner – Movimento Brasil 200 (360K followers)
49. Andréa Fernandes – Ecoando a Voz dos Mártires (10K followers)
50. Paulo Henrique – SkyFM (9M followers – BANNED FROM FACEBOOK) 51. Franklin – Direita Pernambuco (91K followers)
52. Flavio Morgenstern – Senso Incomum (92K followers)
53. João Pedro – Armas Pela Vida (40K followers)
54. Augusto Pires – Canal Hipócritas (305K followers)
55. Bene Barbosa – Movimento Viva Brasil (105K followers)
56. Cristiane Damo Bernart – Cris Bernart (37K followers)
56. Joice Cristina Hasselmann – Joice Hasselmann (1.25M followers)

Carla Zambelli, militante de extrema-direita. Foto: Divulgação