Ministério da Saúde diz que Medida Provisória impede início da vacinação em SP

Publicado em 8 janeiro, 2021 1:21 pm
Agente de saúde manuseia possível vacina para Covid-19

Do Globo:

O secretário executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, afirmou nesta quinta-feira que a Medida Provisória editada pelo governo federal na última quarta determina que a vacinação ocorrerá de forma simultânea em todo país. Ao ser questionado se a medida impede a execução da campanha de vacinação anunciada pelo estado de São Paulo, Franco afirmou que “toda vacina deverá obedecer ao Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde.

— A medida prevê que toda vacina deverá obedecer ao Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19. Vou remeter à lei 8080. O SUS é para todos. É para todo o Brasil, para todas unidades da federação — disse Franco. — O ministro ontem em seu pronunciamento foi bem claro quando falou que a imunização se iniciará de forma simultânea em todas unidades da federação. Não haverá ninguém privilegiado.

O secretário citou como princípios do SUS a integralidade, a universalidade e a equidade para justificar a posição do Ministério da Saúde. Em dezembro, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou o início da vacinação em São Paulo em 25 de janeiro. De acordo com o governo paulista, os primeiros a receber doses da CoronaVac  serão profissionais de saúde e pessoas com mais de 60 anos, além de indígenas e quilombolas.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!