Modelo é solta 2 anos após ser condenada por roubo: ela diz que foi confundida por ser negra e ter cabelo cacheado

Publicado em 13 outubro, 2019 4:35 pm
Bárbara Querino de Oliveira. Foto: Reprodução/Globo

Modelo e dançarina Bárbara Querino de Oliveira foi condenada a 5 anos e 4 meses de prisão por assalto a mão armada.

Ela ficou quase dois anos presa em São Paulo por um roubo que sempre negou ter cometido. Babiy Querino, como a jovem de 21 anos é conhecida profissionalmente, alega que sofreu ‘racismo’ quando foi presa pela polícia como assaltante e depois acabou condenada na Justiça pelo crime. Ela conta que, na verdade, foi confundida com uma criminosa somente porque a suposta mulher da quadrilha seria negra como ela e teria cabelos cacheados como os que ainda usa. A modelo apresenta ainda o álibi de que estava participando de um vídeo clipe no litoral no mesmo dia em que o assalto foi cometido na capital.

Informação de Kleber Tomaz no G1 SP.