Morador de rua comeu em restaurante caro, mas disse que não repetirá o vinho

Publicado em 6 dezembro, 2018 4:33 pm
Morador de rua decide almoçar em restaurante de bairro nobre de Belo Horizonte e proprietário paga parte da conta — Foto: Daniela Zapata/Instagram

Vinho refinado não quer dizer vinho bom. Quando é bom, o público reconhece. A história de um morador de rua que foi a um restaurante em um bairro nobre de Belo Horizonte e fez questão de pagar a conta, viralizou nas redes sociais. O homem, em situação de rua, que se identifica como Azulinho, pediu uma entrada com frango, filé, uma garrafa de vinho e um refrigerante. A comida, segundo ele, estava deliciosa. Mas o morador de rua brinca que não gostou do vinho e diz que, da próxima vez, pedirá uma cerveja.

Azulinho chegou ao restaurante no bairro de Lourdes com uma nota de R$ 50. O dono do estabelecimento cobrou só pelo refrigerante.

Mas não foi só no início desta semana que Azulinho fez questão de pagar por sua refeição. Quem o conhece confirma que ele não gosta de nada que vem de graça. Mas explica que faz questão de pagar por suas refeições em restaurantes de confiança que sejam higiênicos, afirmando já lhe foi dada comida retirada do lixo, quando ele pediu por alimentação.

Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui.

Clique aqui e assine nosso canal no youtube