Moro ficou “chateado” com a família de Marielle, que quer a PF dele longe do caso

Publicado em 2 novembro, 2019 8:45 pm
Moro

Do Estadão

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, revelou a interlocutores ter ficado ‘chateado’ após a família da vereadora Marielle Franco (PSOL) ter pedido que ele fique fora das investigações em torno do assassinato da parlamentar, em março de 2018.

O Estadão apurou que ele comentou a pessoas próximas que a PF foi responsável ‘excluir a linha fraudulenta de investigação’ na Polícia Civil do Rio, em que foi ‘plantada testemunha’ para desviar atenção dos ‘verdadeiros culpados’. Também ponderou que a ex-procuradora-geral Raquel Dodge foi quem pediu a federalização do caso.

(…)