Moro usa filmes americanos para justificar projeto anticrime, diz deputado: “o fim da picada”

Publicado em 10 maio, 2019 6:48 pm
“O nome dela é Jenifer, eu encontrei ela no Tinder”

Lauro Jardim conta no Globo o relato de um “deputado importante” sobre o despreparo jurídico do ministro da Justiça:

“O Moro é muito incensado pela imprensa, mas é fraco. Para você ver: em conversas conosco, para justificar o projeto anticrime ele usa exemplos de cenas de filmes americanos. É o fim da picada”, diz.

Há algumas semanas, o ex-juiz disparou no Twitter:

“Já assistiu àqueles filmes norte-americanos com agentes policiais disfarçados infiltrando-se em gangues de criminosos, traficantes ou corruptos? Como Donnie Brasco ou The Infiltrator e que retratam casos reais. Pois bem, precisamos deixar a lei brasileira mais clara para que agentes policiais no Brasil possam fazer o mesmo”.