Mulher de diretor da Record falta ao trabalho na Assembleia Legislativa de SP para viajar pelo mundo com ele

Publicado em 13 março, 2018 6:06 pm

Do Intercept, por Ricardo Chapola:

RAISSA CAROLINE LIMA Tavolaro é mulher do vice-presidente de jornalismo da Rede Record, Douglas Tavolaro. E costuma acompanhar o marido em diversas viagens que ele faz para o exterior – Tavolaro também é autor da biografia de Edir Macedo e frequentemente participa de reuniões e eventos por causa do livro. Entre 2016 e 2017, por exemplo, a advogada mineira esteve em Lisboa, Joanesburgo e Moçambique. Fez questão de registrar cada andança em suas redes sociais. Tudo estaria absolutamente em ordem se Raissa também não fosse funcionária da Assembleia Legislativa de São Paulo e não tivesse feito as viagens em dias nos quais ela deveria estar trabalhando.

É o que mostram, pelo menos, as fotos que a própria Raissa publicou em seu perfil público do Instagram – e que tornou privado depois que descobrimos sua conta e começamos a ir atrás da história para entender se ela é, de fato, funcionária fantasma da Assembleia.

Nós fomos investigar Raissa nas redes sociais depois de termos recebido uma denúncia. Com seu nome em mãos, confirmamos que Raissa é servidora da Alesp. Segundo o Portal de Transparência da casa, a advogada ocupa o cargo de “assessora especial parlamentar da liderança do PRB” desde o dia 11 de setembro de 2015 – com um salário bruto de R$ 15,08 mil e líquido de R$ 11,17 mil.

Depois disso, localizamos o perfil da advogada no Instagram e nos deparamos com uma série de fotos dela em viagens pelo mundo. Analisando uma a uma, percebemos que algumas foram publicadas na rede social em dias de semana, dentro de períodos em que, em teoria, a funcionária paga com dinheiro público deveria estar dando expediente no gabinete da liderança, na sede da Assembleia paulista, conforme determinação do regimento interno.

Mundo pequeno

Dia 26 de outubro de 2016. Uma quarta-feira: um dos dias mais movimentados na Assembleia e data de uma das sessões da CPI que investigou a Máfia da Merenda. Raissa deveria estar na casa tratando das atividades da bancada do PRB. Mas o Instagram da advogada dizia que ela estava em Lisboa, curtindo a vista para o Rio Tejo que seu quarto no Myriad by Sana Hotel oferecia. Na timeline de Raissa, encontramos fotos dela em Lisboa ao lado de Douglas Tavolaro até o dia 30 de outubro.

em Lisboa
Viagem a Lisboa com o marido (Foto: Reprodução/Instagram)

Dia 22 de novembro de 2016. Terça-feira: dia da semana em que ocorre a reunião do colégio de líderes das bancadas. Nessa mesma data, a CPI da Merenda ouviu o presidente da Cooperativa Orgânica Agrícola Familiar e o governador Geraldo Alckmin sancionou a lei que criava o Dia da Mulher Cristã Evangélica. Foi uma vitória para partidos evangélicos como o PRB, que é o braço político da Igreja Universal do Reino de Deus – liderança para a qual Raissa, em tese, trabalha. A julgar por seu Instagram, advogada estava, no entanto, em Joanesburgo, na África do Sul. Nesse dia, a funcionária publicou uma foto do hall do The Michelangelo Hotel. No dia seguinte, postou outra, na qual aparece abraçada a um filhote de leão. Colocou três coraçõezinhos como legenda.

Dia 29 de novembro de 2016. Outra terça-feira com agenda lotada na Assembleia: prestação de contas do então secretário do Meio Ambiente Ricardo Salles, debate sobre a atualização dos valores de bolsas de residência no Estado, reunião da frente parlamentar pela habitação e sessão da comissão de transportes. Raíssa publicou uma foto de um garotinho em Moçambique e escreveu: “Foi uma honra conhecer pessoas de tanta fé, sede de viver e amor para dar!”. (…)

Raíssa e o marido Douglas Tavolaro
Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui.

Clique aqui e assine nosso canal no youtube