Munição do ataque ao acampamento em Curitiba é a mesma da execução de Marielle: 9 mm

Publicado em 28 abril, 2018 10:24 pm

Nota da Secretaria da Segurança Pública do Paraná informou que na madrugada de sábado (28) um indivíduo a pé efetuou disparos de arma de fogo contra o acampamento de manifestantes simpatizantes do ex-presidente Lula.

Uma pessoa foi ferida e levada para o hospital. Um tiro acertou um banheiro químico e os estilhaços feriram, sem gravidade, uma mulher no ombro.

Outro homem foi ferido no pescoço e hospitalizado. Recebeu alta no fim da tarde.

Peritos da Polícia Cientifica do Paraná, policiais militares e da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, estiveram no local. Foram recolhidas cápsulas de pistola 9 mm. Foi aberto um inquérito para apurar o caso.

A munição usada para assassinar Marielle Franco e Anderson Gomes era a mesma. O calibre 9 mm não pode ser vendido à população.

Ele deve ser adquirido legalmente por colecionadores, atiradores esportivos e forças de segurança. Porém é comercializado com poucas restrições no Paraguai e entra no Brasil ilegalmente para abastecer o mercado negro.

Balas de 9 mm