O que podemos esperar: ruralista aliado de Bolsonaro diz que deputada para Agricultura mostra força da ‘velha política’

Publicado em 8 novembro, 2018 11:18 pm

Reportagem de Marco Grillo no Globo informa que o principal conselheiro do presidente eleito, Jair Bolsonaro(PSL), para o agronegócio, o presidente da União Democrática Ruralista (UDR), Luiz Antônio Nabhan Garcia, afirmou que a indicação da deputada Tereza Cristina (DEM-MS) para o Ministério da Agricultura do futuro governo mostra a força da “velha política”. Presença frequente ao lado de Bolsonaro durante toda a campanha, Nabhan defendia que o ministro fosse escolhido a partir de uma sugestão dos produtores rurais, mas foi vencido pela Frente Parlamentar Agropecuária, bloco presidido pela futura ministra.

De acordo com a publicação, na semana passada, Nabhan e outros representantes do setor se reuniram com o presidente eleito e levaram a ele o nome do deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), ligado ao setor. A indicação foi logo rechaçada pelo futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que coordena a equipe de transição. Antes de tentar emplacar o aliado, Nabhan buscou viabilizar o próprio nome, mas Bolsonaro esfriou as pretensões do ruralista ao negar que ele seria ministro, durante uma entrevista coletiva no início do segundo turno. “Houve um trabalho muito forte da Frente Parlamentar Agropecuária, como também no Ministério do Meio Ambiente parece que está havendo, uma pressão em cima da indicação do ministro. Algumas coisas ainda permanecem na forma da velha política. Mas estamos torcendo para que qualquer um deles que for nomeado ministro faça uma boa gestão”, afirmou Nabhan ao GLOBO. “Ficou patente que a força política no Brasil ainda é muito forte e prevaleceu a força política. Não posso dizer que não aconteceu”.

O presidente da UDR disse que conversou com Tereza Cristina nesta manhã e manifestou apoio, ainda que cauteloso — “espero que ela faça uma boa gestão, mas não posso dizer antecipadamente se vai dar certo” —. Ele lamentou que tenha perdido a queda de braço para o mundo político, completa o Jornal O Globo.

A futura ministra da Agricultura, deputada Tereza Cristina (DEM-MS), e o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) (FPA/Divulgação)
Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui.

Clique aqui e assine nosso canal no youtube