OAB pede afastamento de professor por comentários racistas no DF

Publicado em 21 agosto, 2020 3:18 pm

Do Correio Braziliense

Os posts racistas do professor incomodaram os alunos e serão investigados pela polícia – (foto: Reprodução/Redes Sociais)

A OAB-DF, através de sua presidência e da Comissão de Igualdade Racial da Ordem dos Advogados do Brasil da Seccional do Distrito Federal, informou que vai recomendar à secretaria de Educação do DF o afastamento do professor de espanhol no Centro de Ensino Médio 804 Murilo Vargas. O docente foi acusado de racismo pelos alunos após fazer publicações polêmicas nas redes sociais.

Segundo o secretário-geral da Comissão de Igualdade Racial da Ordem dos Advogados, Beethoven Andrade, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios também será acionado para investigar o caso. O pedido feito à secretaria de Educação é para que o o professor deixe o cargo que ocupa na rede pública o quanto antes. “Pedimos o imediato afastamento do professor para que haja necessária preservação à integridade dos alunos e demais servidores do Centro de Ensino 804”.

Beethoven disse ainda que a OAB investigou a postura do professor nas redes sociais e constatou que, além da postagem com ataque direto à mulher negra, havia comentários com reverências às práticas genocidas utilizadas durante o holocausto, além de publicações com teor homofóbico e xenofóbico.” A OAB-DF emitiu nota e apontou que incompatibilidade do conduta com sua função pública deve ser apurada com o rigor.

A Polícia Civil disse que também investiga o caso. Angela Maria, titular da Delegacia de Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial, Religiosa ou por Orientação Sexual ou Contra a Pessoa Idosa ou com Deficiência (Decrin), explicou que, mesmo sem ocorrência, a situação será apurada. “Precisamos analisar se o perfil é realmente do professor para saber se não tem uma outra pessoa que usa o perfil para praticar o racismo. Mas isso será apurado e investigado e se chegará à autoria. Os crimes da internet não ficam impunes”, explicou Angela Maria. (…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!