Parlamentares articulam denúncia sobre a ligação de Moro com quadrilha de fraudadores do extinto Ministério do Trabalho

Publicado em 16 fevereiro, 2019 9:29 pm
Moro junto com sindicalistas e ex-funcionários do Trabalho (Foto: Reprodução/Facebook)

A revista Veja deste sábado (16) revela que está em curso uma articulação entre parlamentares para denunciar ligação do ministro da Justiça Sergio Moro com quadrilha que cobrava propina para fraudar processos de registros sindicais no extinto ministério do Trabalho.

De acordo com a publicação, o ex-juiz teria usado sua influência para que o registro do Sindicato das Empresas de Gastronomia, Entretenimento e Similares de Curitiba (SindiAbrabar) fosse deferido. O sindicato pertence a dois amigos de Moro.

Ao ligar para Brasília para pedir o favor, Moro teria negociado com funcionários do Trabalho que acabaram presos por causa do esquema de fraude.

Uma foto publicada no Facebook do SindiAbrabar de Sergio Moro junto com os sindicalistas e também os funcionários do ministério envolvidos no esquema seria usada para constranger o ministro durante apresentação do pacote anticrime no Congresso.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!