Pediatra que mandou cubanos para “a senzala” chefiará Mais Médicos

Publicado em 5 dezembro, 2018 9:19 am

A médica pediatra Mayra Pinheiro será secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (STGES) do Ministério da Saúde. A informação é do Blog Jocélio Leal de O PovoEla é pessoa da confiança do futuro ministro da Saúde do governo de Jair Bolsonaro, o deputado Luiz Henrique Mandetta do DEM.

Vai chefiar o Mais Médicos.

Mayra foi candidata ao Senado nas eleições passadas pelo PSDB e obteve 882.019 votos (11,37% dos votos válidos). Ficou em quarto lugar. No final de outubro, Mayra foi desligada do Hospital Geral de Fortaleza (HGF), onde trabalhava há 15 anos. Ele avaliou que a motivação para o afastamento foram as denúncias sobre as más condições de atendimento no hospital.

No ano de 2013, Mayra Pinheiro ficou conhecida após participar de protesto contra vinda de médicos cubanos ao Estado. Ela aparece gritando e mandando eles de volta para a “Senzala” em uma foto da Folha de S.Paulo. Um ano depois, ela disputou eleição para cargo de deputada federal em 2014, criticou a gestão Dilma Rousseff (PT), no programa Mais Médicos e terminou com 25,8 mil votos pelo PSDB, sem ser eleita.

Em 2015, ela assumiu o comando do Sindicato dos Médicos do Ceará (Simec). Três anos depois, ela ganha cargo no governo Bolsonaro.

Nada como ganhar uma boquinha depois de viralizar numa foto protestando contra cubanos.

Mayra Pinheiro foi uma das que vaiou e tentou humilhar seus colegas cubanos aos gritos de “escravo”. Ela aparece ao lado direito do homem negro na foto. Imagem: Reprodução/Folha
Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui.

Clique aqui e assine nosso canal no youtube