Prefeita tucana de Praia Grande nomeia como secretário médico condenado por assinar atestado falso

Publicado em 6 janeiro, 2021 6:36 am

Do G1:

Antônio Eduardo Serrano, atual secretário de Meio Ambiente, já foi condenado por improbidade administrativa ao assinar atestado médico para vereador faltar a sessão. Foto: Reprodução

O médico Antônio Eduardo Serrano, condenado pela Justiça por improbidade administrativa, acusado de assinar um atestado médico para um vereador faltar a uma sessão na Câmara Municipal, é o novo secretário de Meio Ambiente de Praia Grande, no litoral de São Paulo. Caso seja condenado pelo Superior Tribunal de Justiça, Serrano terá que deixar o cargo.

Desde 2017, o médico ocupava o cargo de secretário de Habitação no município e, antes, foi vereador da cidade entre 2009 e 2016. Serrano foi condenado por improbidade administrativa em 2016, junto com o também ex-vereador Heitor Orlando Sanchez Toschi.

Segundo o processo, na época em que os dois eram vereadores, Toschi apresentou um atestado médico falso, emitido por Serrano, para justificar a ausência em uma sessão na Câmara Municipal, em 2010.

(…)

.x.x.x.

PS do DCM: A prefeita de Praia Grande é Raquel Chini, do PSDB.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!