Presidente da Huawei afirma que Brasil poderia ‘se dedicar mais ao samba’

Publicado em 13 dezembro, 2019 1:53 pm
O presidente da Huawei, Ren Zhengfei.

Do olhardigital:

Com as medidas tomadas pelo governo e a parceria com empresas para o desenvolvimento tecnológico, o Brasil não deve se preocupar e pode “se dedicar mais ao samba, que nunca poderá ser substituído pela inteligência artificial”, afirmou o presidente da Huawei, Ren Zhengfei, em entrevista ao jornal Valor Econômico.

Como maior pivô da guerra comercial entre China e Estados Unidos, Zhengfei partiu para o contra-ataque em sua primeira entrevista à imprensa latino-americana. “Os Estados Unidos tratam a América Latina como seu quintal. Nosso objetivo é ajudar o continente a sair dessa armadilha e manter a soberania de seus países”.

Os EUA atuam para que empresas chinesas sejam impedidas de atuar no mercado 5G de aliados, entre eles o Brasil. Para o executivo, a tecnologia chegará em um momento em que falta impulso para o Brasil ultrapassar os EUA. Além disso, mostrou-se preocupado com o leilão que ocorrerá no próximo ano, porque acredita que a legislação do país pode ser uma barreira para o desenvolvimento tecnológico.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!