Presidente do Partido Novo chama moradores de favelas no Rio de criminosos

Publicado em 25 fevereiro, 2018 12:07 pm

O Exército está fotografando moradores das favelas cariocas para verificar “antecedentes criminais”, prática comparada pela defensoria pública às da ditadura.

O presidente do Partido Novo, João Amoêdo, está curtindo.

Amoêdo “corrigiu” o título de uma matéria de jornal. Para ele, quem está sendo fotografado são “criminosos”, não “moradores” — como o próprio Exército diz. Para Amoêdo, é a mesma coisa.