PSOL decide processar desembargadora que difamou Marielle

Publicado em 17 março, 2018 1:58 pm
Marília Castro Neves, desembargadora do TJ-RJ (reprodução do Facebook)

O PSOL vai denunciar a desembargadora Marília Castro Neves ao Conselho Nacional de Justiça por causa da postagem difamatória da magistrada na rede social, em que, com base em fake news, acusa a vereadora Marielle Franco de ser ligada à facção criminosa Comando Vermelho. Segundo o UOL, a notícia foi confirmada pelo vereador Tarcísio Motta, do PSOL do Rio. O Partido vai também representar contra a desembargadora pelos crimes de calúnia e difamação. “Mancharam, absurdamente, o nome dela (vereadora)”, disse Tarcísio. “Não vamos deixar uma situação como essa sem consequência”, afirmou. A OAB do Rio de Janeiro também estuda medidas contra a desembargadora.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!