Quatro dias após ser barrado, Aloysio pede explicações a embaixador do Egito

Publicado em 8 novembro, 2018 6:49 am

A Coluna do Estadão de Andreza Matais informa que o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, convocou ontem ao Itamaraty o embaixador do Egito, Alaa Roushdy, para manifestar estranhamento por parte do governo brasileiro pelo adiamento da visita oficial que faria ao país árabe.

De acordo com a publicação, a conversa entre os dois foi tensa e seu teor está sendo mantido sob sigilo. O chanceler desembarcaria no Egito esta semana, onde cumpriria agenda de compromissos. Porém, como revelou o ‘Estado’, a ida dele foi cancelada em retaliação às declarações pró-Israel do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL).

Oficialmente, o governo egípcio justificou o cancelamento por causa de compromissos inadiáveis das autoridades do país. No entanto, nos bastidores, sabe-se que causou incômodo o anúncio, por Bolsonaro, de mudança da embaixada do Brasil em Israel de Tel-Aviv para Jerusalém, completa o Estado de S.Paulo.

Aloysio
Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui.

Clique aqui e assine nosso canal no youtube