Reagindo a Bolsonaro, associação de policiais rodoviários diz que radares ‘salvam vidas’

Publicado em 24 maio, 2019 10:29 pm
Radar móvel mostra que motorista trafegava a 147Km/h na Washington Luís Foto: Divulgação/PRF

Reportagem de Patrik Camporez no Globo informa que, contrariando posicionamento do presidente Jair Bolsonaro , que nesta quinta-feira disse que quer “acabar” com radares móveis em rodovias do país , policiais rodoviários federais divulgaram uma nota em que afirmam que a função desses equipamentos é salvar vidas e que a visão a afirmação do chefe do executivo brasileiro está equivocada. “A missão maior dos policiais rodoviários federais é salvar vidas. E o uso adequado e técnico de equipamentos de radar é um dos meios capazes de concretizar esta missão”, afirma o trecho de uma nota divulgada, nesta sexta-feira, pela Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FENAPRF).

De acordo com a publicação, em conversa com jornalistas e apoiadores no Estado do Paraná, Bolsonaro disse que pediu ao ministro Sergio Moro, da Justiça e Segurança Pública, para que qualquer radar ou “pardal” não seja revalidado ao término dos contratos.

A PRF é subordinada à pasta de Moro. Bolsonaro ainda classificou os radares móveis como “uma armadilha para pegar os motoristas”. Ainda na tarde de ontem, as declarações do presidente provocaram descontentamento dentro da corporação, completa o Jornal O Globo.