Republicanos cresce nas eleições de 2020 e aumenta poder da Universal de Edir Macedo na política

Publicado em 6 dezembro, 2020 10:00 am
O pastor da Igreja Universal, Edir Macedo

De no Congresso em Foco.

Partido ligado à Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), o Republicanos elegeu 46 vereadores que disputaram as eleições com alguma denominação religiosa em seu nome de urna: do Irmão Mesaque Salazar, eleito vereador com 125 votos em Maraã, cidade de 18 mil habitantes a dois dias de barco de Manaus, até o Bispo João Batista, eleito com 4.679 votos em São Bernardo do Campo (SP).

Esses dados não indicam com precisão, entretanto, quantas pessoas ligadas à Universal se elegeram para cargos nesta eleição. Isso porque a igreja, cuja ação política está na origem e ainda é parte importante do Republicanos, elegeu nomes importante em capitais sem o uso de prenomes religiosos.

Em Salvador, o “Amigo” Luiz Carlos, pastor da igreja do Bispo Edir Macedo, foi o mais votado com 17.035 – a cidade também elegeu Ireuda Silva, que já atuou como diretora da IURD TV e Julio Santos, bispo na cidade, para a Câmara Municipal. Em Belo Horizonte, o pastor Jorge Santos foi reeleito para um terceiro mandato com 7.700 votos. Jorge, assim como todos os outros citados, foi eleito sem se valer das alcunhas de bispo ou pastor para conseguir votos.

Oficialmente, a Universal diz que política e religião não se misturam. “Como instituição religiosa, a Igreja Universal do Reino de Deus não participa do processo eleitoral”, afirmou a igreja em nota enviada à reportagem. “Além disso, todo membro do corpo eclesiástico que decide ingressar na carreira política licencia-se de suas funções na Igreja, passando a se ocupar exclusivamente da atividade pública”. A entidade também disse não ter um controle de membros que se candidataram a cargos e acabaram eleitos.

Não é bem o que indica quem estuda a relação da instituição com a política. “A Universal inaugurou este tipo de política, lá na década de 1980, já na redemocratização”, explica Lívia Reis, que é pesquisadora do Instituto de Estudos da Religião (Iser) e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!